19 outubro 2016

“Novo Entremez” no Curvo Semedo

O 5.º Festival de Teatro de Montemor-o-Novo, na noite de domingo, 16 de outubro de 2016, no Cine-Teatro Curvo Semedo, viveu certamente um dos seus momentos altos. A Theatron – Associação Cultural, com a participação do Grupo de Teatro da Universidade Sénior do Grupo dos Amigos de Montemor, apresentaram a peça “Novo Entremez”, de Belchior Curvo Semedo.


'Novo Entremez', Theatron e Univ. Sénior (47).JPG


Esta produção reflete um certo gosto teatral que surgiu na viragem do século XVIII para o chamado mundo novo. Num tempo de forte censura, o teatro que se fazia em Portugal vivia muito de traduções e adaptações de peças de dramaturgos estrangeiros.

A Academia das Belas Letras, de que Curvo Semedo foi sócio-fundador, estimulou a criação de um teatro ao gosto português, sendo o Entremez um dos géneros mais cultivados.


'Novo Entremez', Theatron e Univ. Sénior (84).JPG


Surgiram, nessa altura, peças com bastante graça, de acto único e escritas em verso. A intriga amorosa principal era reforçada com a introdução de outras historietas de amor e, apesar da escassez de alusões políticas, os textos revelam diversos traços da mentalidade e práticas sociais da época.


'Novo Entremez', Theatron e Univ. Sénior (88).JPG


Algumas destas representações tinham lugar em salões da nobreza e da alta burguesia.

No momento em que se assinalam os 250 anos do nascimento do poeta Curvo Semedo, a Thetaron leva à cena este Novo Entremez, intitulado mérito premiado ou os três enjeitados.

O Grupo de Teatro da Universidade Sénior do G.A.M. associa-se ao evento, ajudando a contextualizar aquele período com alguns quadros de época, recorrendo a textos adaptados.


'Novo Entremez', Theatron e Univ. Sénior (180).JPG

 

Ficha Artística:

Interpretação: Álvaro Mascarenhas, Ana Laura, António Fitas, Bernardino Samina, João Macedo, Zara Sampaio, Bia Estróia, Filipe Fernandes, Zara Sampaio.

Animação: António Nobre, Bernardo Xavier , Clarisse Barreiros, Clementina Amaral, Constança Sousa, Filipe Sousa, Glória Seatra, Hélio Pinto, Isabel Rico, Jerónima Nobre, José Luís, Manuela Pinto, Maria Alice Vieira, Maria do Céu, Maria Clara Bastos, Maria Virgínia Comenda, Natividade Pereira (Vidá), Perpétua Paixão, Ricardina Camelo, Umbelina Palma, Vítor Guita. Colaboração: João Macedo (Guitarra e voz) e Tradibombos.

Encenação: Vítor Guita

Assistente de Encenação: Bernardo Xavier

Desenho de Luz: Tiago Coelho

Música para o Entremez: João Luís Nabo

Arranjos e Intérprete de Piano: Simão Pedro

Figurinos: Maria João Crespo e Leonor Pinto