08 outubro 2016

5.º Festival de Teatro de Montemor arrancou com “Huellas”

Foi no serão de sábado, 1 de outubro de 2016, que o Salão Nobre do Cine-Teatro Curvo Semedo recebeu a primeira iniciativa do 5.º Festival de Teatro de Montemor, uma iniciativa da Câmara Municipal, alma d´arame, Projeto Ruínas, Theatron Associação Cultural, Grupo de Teatro da Universidade Sénior e algures coletivo de criação. Em cena esteve “HUELLAS” (PEGADAS/MARCAS), por Célia Ruiz e Esmeralda Gurumeta .


Huellas (18).JPG


Ao longo de 75 minutos, acompanhamos a clown de Esmeralda Gurumeta que, cheia de ilusão e inocência, nos mostra como a passagem por uma família repressora e tóxica, deixa feridas de solidão e de não-pertença a uma criança. Porém através do jogo e da imaginação, e na procura de um 'melhor-amigo', a sua palhaça descobre que ela mesma pode curar todas as marcas que a nossa árvore genealógica nos deixa. Huellas é um espetáculo que trata temas como o abandono e os maus tratos infantis de forma poética e cheia de humor.


Huellas (25).JPG