06 dezembro 2019

Câmara Municipal de Montemor-o-Novo subscreve Manifesto em Defesa na Cultura no Alentejo

Uma vez mais, a região do Alentejo foi penalizada na distribuição do investimento público para as Artes, tendo algumas estruturas artísticas do concelho de Montemor ficado sem apoios da Direção-Geral das Artes para 2020/2021, nomeadamente o projeto Algures e o Ruínas.

Esta situação é muito preocupante pois pode conduzir ao desaparecimento de artistas e projetos no Alentejo, limitando os cidadãos no seu direito de acesso à Cultura e Arte e apresentando uma linha de liquidação e de desinvestimento com consequências graves para as estruturas de criação artística da região.

Porque estes resultados vêm criar grandes dificuldades às estruturas de criação artística, ao recusar financiamento e apoios essenciais para manter a sua atividade em prol das populações e do desenvolvimento do Concelho, a Câmara Municipal de Montemor-o-Novo manifestou, uma vez mais, a sua solidariedade com todas as estruturas artísticas subscrevendo o Manifesto em Defesa na Cultura no Alentejo.

Procuramos, assim, apelar ao Governo para que reveja o modelo de financiamento das estruturas artísticas em Portugal e que garanta o necessário apoio para que estas mantenham a sua atividade e assegurem a produção e trabalho artístico e criativo, em nome da Cultura e da Arte no nosso Concelho.

Esta subscrição da Câmara Municipal foi aprovada por maioria com os votos contra dos Vereadores do Partido Socialista.