23 junho 2017

CIDADE PRÉ0CUPADA: Exposições e Música na Galeria Municipal de Montemor-o-Novo

De 14 junho a 9 julho, está a decorrer em Montemor-o-Novo, a 9.ª edição da “Cidade Pré0cupada”, numa co-produção entre as Oficinas do Convento e a Câmara Municipal de Montemor.

As propostas para uma cidade ‘PreOcupada’ surgem dos mais variados campos da criação artística contemporânea: música, performance, teatro, escultura, instalação, exposição, cinema, encontros, oficinas, entre outros.

Esta quarta-feira, 21 de junho, e contando com a presença da Presidente da Câmara Municipal, Hortênsia Menino, e do Vereador com o Pelouro da Cultura, João Marques, foram inauguradas as primeiras exposições no âmbito da “0cupação” da Galeria Municipal por parte deste evento.

Por um lado “Cuckoo Clocks”, de Francisco Pinheiro e Paulo Morais, um projeto do coletivo West Coast, que propõe-se como um espaço de alerta e consciencialização para as espécies de aves em risco de extinção na Europa. Este projeto contou com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian e é o resultado das residências no Atelier Concorde (Lisboa) e nas Oficinas do Convento (Montemor-o-Novo), durante os meses de Abril e Maio.

104.JPG

Por outro lado surgem as “Memórias de uma Clavícula”, de Liliana Velho, um trabalho de investigação sobre o desenho na escultura e experimentação de diferentes pastas cerâmicas e como estas matérias se podem unir e modelar juntas. No texto de introdução desta mostra pode ler-se que “A clavícula é um osso que nos desenha o peito, que faz o enquadramento da caixa torácica. Dentro desta caixa vive o coração e tudo o que cabe dentro dele. Partindo deste órgão e do poema “ O amor bate na aorta”, de Drummond de Andrade, desenhou-se esta exposição”.

144.JPG

Após a inauguração destas duas exposições, que poderam ser visitadas durante o dia 22 de junho de 2017, o serão prosseguiu com a música dos “Royal Bermuda”, num dueto entre as guitarras de Diogo Esparteiro (Pás de Problème, Cows Caos) e André Parafina. Este concerto revelou música que bebe da tradição, mas que também navega nos muitos mares que a rodeia: de Salvador da Bahia a Odessa, de Miranda do Douro a Mindelo. Em suma, os “Royal Bermuda” fazem música simples, desde a balada mais profunda até à mais fogosa folia, e conquistaram o público Montemorense.

260.JPG

Este ano a “Cidade Pré0cupada” traz à cidade de Montemor-o-Novo 12 concertos, 10 apresentações teatro/performance, 9 exposições e instalações, 4 oficinas, 4 mostras de cinema, e ainda visitas guiadas, encontros e muito mais! Fica o convite!

252.JPG

 299.JPG

Para mais informações visite: www.oficinasdoconvento.com