10 outubro 2017

"Em memória ou a vida inteira dentro de mim" no Festival de Teatro

Em mais uma noite de casa cheia, "Em memória ou a vida inteira dentro de mim", uma criação dos Gambozinos e Peobardos – Grupo de Teatro da Vela, em coprodução com o Trigo Limpo Teatro Acert, subiu ao palco do Cineteatro Curvo Semedo, na noite de 7 de outubro, pelas 21h30, no âmbito do 6.º Festival de Teatro de Montemor.

Em memória  (52).JPG

"Em memória..." é baseado no romance “Até ao Fim”, de Vergílio Ferreira, em que um homem recorda os seus problemas com a mulher e o filho toxicodependente.  Este monólogo é interpretado pelo ator Pompeu José, com encenação de António Rebelo e Pedro Sousa.

Em memória  (16).JPG

Sobre esta peça, Pompeu José referiu que “aceitei estar sozinho em palco para contar a história de uma solidão sofrida, um pai que perde um filho... E aceitei estar porque sabia que não ia estar sozinho. Fazer um espetáculo é um trabalho de equipa, é um ato de criação que compensa todas as perdas (as que narramos e as que sofremos), que nos projeta num futuro onde pela partida de alguém um outro regressa, pela morte de alguém um outro nasce... Parte Miguel vem Serafim».

Em memória  (1).JPG