Concelho

Um concelho com um património invejável

O concelho de Montemor-o-Novo possui um património rico e vastíssimo. De entre um variado leque de monumentos e locais a visitar, podemos referir os seguintes:
No percurso no sentido do Escoural, pode-se observar a Igreja de São Mateus (muito antiga, já estava referenciada em 1210), a cerca de 4 km de Montemor, para podermos ainda visitar – mais à frente - a Ermida de S. Luís da Mougueira (séc. XVII – XVIII), o Convento dos Monges ou de N.ª Sr.ª do Castelo das Covas de Monfurado (séc. XVIII) e a Quinta da Torre do Carvalhal.
No caminho do Escoural para Évora, encontram-se as Grutas do Escoural (com Centro Interpretativo na respectiva vila), descobertas em 1963. Estas grutas, monumento nacional, são célebres pelas suas pinturas e numerosas gravuras rupestres.
Em São Brissos, situa-se a Igreja Paroquial da localidade (séc. XVIII), para encontrarmos no caminho de acesso à localidade, a Anta-capela de S. Brissos ou de N.ª Sr.ª do Livramento, raro exemplar de monumento megalítico, transformado em templo cristão, provavelmente no séc. XVII.
Em São Cristóvão pode-se visitar a Igreja Paroquial e regressando a Montemor, tomando o caminho pelos Baldios, Casas Novas e Safira, podem-se encontrar as ruínas da Igreja deste último local.
À entrada da cidade, situa-se a Ermida de São Pedro da Ribeira (séc. XVI – XVIII), onde se pode apreciar as pinturas murais e, fundamentalmente, o fresco descoberto por trás do altar.
Num outro sentido, podemos apreciar a Anta Grande da Comenda da Igreja, perto de S. Geraldo, localidade onde também se pode visitar a Igreja. No Ciborro, a Barragem da Atabueira é um local muito aprazível e, seguindo no sentido de Lavre, pode visitar a Mina das Pedras Pintas.
Em Lavre, povoação muito antiga e povoada por D. Dinis no séc. XIV, situa-se a Ermida de S. Sebastião e a Igreja Matriz de N.ª Sr.ª da Assunção, reconstruída no séc. XVIII. O Parque Zoológico Monte Selvagem é uma paragem obrigatória para quem visita o concelho.
Existem, no entanto, outros locais dignos de visita. É o caso, por exemplo, das Azinheiras Gémeas, situadas na Herdade da Serra e visíveis da EN 114 (Km 70), Montemor-Évora.
A igreja de Santa Sofia (sécs. XVII – XVIII), obra de arquitectura popular, a Igreja de N.ª Sr.ª da Purificação da Represa (séc. XVI – XVIII), a 13 km de Montemor, na estrada para Arraiolos e a Igreja Matriz de N.ª Sr.ª da Conceição, em Cabrela (séc. XVII), são outros monumentos dignos de visita.